INSTITUTO HUMANISTA DE PSICOTERAPIA Webmail
               HOME | CONHEÇA O IHP | EQUIPE | FALE CONOSCO
 
      Tel.: (31) 3292-8431

CURSOS OFERECIDOS


Programação de cursos 2016:


- Curso de Formação de Psicoterapeutas (iniciado em 03 de Agosto)

- Introdução à Focalização - a focalização como instrumento na psicoterapia centrada no cliente (início : 26 de Outubro)

- Grupo de estudos (início: 09 de abril)

Clique aqui
para maiores detalhes.



SUPERVISÃO

O IHP oferece também supervisão para psicoterapeutas, por especialistas em psicoterapia individual e de grupos, em sessões semanais para grupos de, no máximo, 5 pessoas, em horários a combinar.


Instituto Humanista de Psicoterapia – 20 anos - Um pouco de nossa história.

Em 1996, Escípio da Cunha Lobo fundou, juntamente com Maria Bernardete Capanema e Antonio Coppe,  o Instituto Humanista de Psicoterapia, com o objetivo de formar psicoterapeutas, divulgar os princípios da Psicologia Humanista e contribuir para a promoção do desenvolvimento humano de forma harmoniosa e integrada, por meio da melhoria da qualidade das relações interpessoais.

Johannes Poelman e Ana Maria Sarmento Seiler Poelman  integravam a equipe como professores. Esse é o começo. No momento em que completamos 20 anos de existência, é bom lembrar um pouco a história.
Na teoria da psicoterapia centrada aprendemos que o importante não é o enredo, não é o relato dos fatos  nem as datas ou a narrativa,  mas o sentido, o significado que os acontecimentos têm para o cliente e ao qual ele nem sempre tem acesso imediato.

O cliente precisa atualizar sua história, entrando em contato com o significado do que foi vivido. Podemos aplicar esse mesmo conceito no momento em que revemos os 20 anos do Instituto. Uma atualização da história do IHP e de nossas relações com o Instituto. Encontro com nossas vivências, com pessoas significativas para nossa formação, atualização de nossa identidade.

Fazemos parte de um grupo que se constitui  pela afinidade com os princípios e os valores do humanismo e da ACP, que acredita no valor do ser humano, respeita sua dignidade e confia em seu potencial de crescimento.
O IHP começou com o professor Escípio da Cunha Lobo e suas convicções. Lembramos algumas delas:

  • O homem sofre mais espiritualmente que materialmente.
  • As pessoas têm uma natureza boa. Se lhe oferecemos condições favoráveis, elas se desenvolvem, atualizam suas potencialidades, tornam-se mais maduras, mais responsáveis, mais autônomas.
  • Professor de Estatística, valia-se da escala de percentis – de Pc.1,0 a Pc.99,0 para explicitar sua crença no potencial humano. “O potencial humano sempre pode ser mais desenvolvido.... É por isso que não existe o percentil zero nem o percentil cem”.
  • Escípio acreditava no homem. Admirava cada pessoa pelo que tem de singular, como possibilidade de transformar-se na mais pura expressão do divino  em forma humana. Basta oferecer a ela as condições necessárias. Escipio não  apostava no homem, como às vezes se diz por aí.  Tinha certeza do homem. Confiava.
  • A necessidade de consideração positiva: Existe em cada ser humano o desejo de um encontro profundo, em que aquilo que experiencia e o que expressa, seja aceito e considerado. Desse conceito, derivava a importância da atitude de consideração positiva incondicional como elemento facilitador do crescimento humano.
  • A função do psicoterapeuta é propiciar as condições necessárias para que a pessoa possa representar em sua consciência, o mais fidedignamente possível, tudo aquilo que ela estiver experienciando a cada momento.
  • Usava a  imagem da Santíssima Trindade para falar das  relações humanas sobretudo da relação terapeuta-cliente: o Pai, o Filho, mediados  pelo Espírito Santo, pelo Amor. 

Com esse espírito, desenvolveu-se o Instituto. Passamos a constituir a opção  e uma referência para psicólogos e estudantes de psicologia que buscavam uma prática mais humana, mais sensível, menos técnica, e que não se identificam com os currículos de seus cursos, mais focados numa visão positivista da Psicologia e em práticas mais diretivas ou interpretativas.

Formulamos um projeto de formação que integra  a estudo das teorias, dos métodos  e das técnicas da Psicoterapia Centrada no Cliente, com a prática do atendimento e supervisão. Um projeto que contempla a formação em sua dimensão profissional e pessoal.

O que fazemos atualmente: além do curso de formação, o Instituto Humanista de Psicoterapia oferece grupos de estudo, cursos de curta duração, seminários temáticos, supervisão clínica para profissionais e o atendimento clínico em sua clínica social. Nossos alunos e nossos clientes são a razão do trabalho que desenvolvemos.
Para nós continua o desafio para os próximos anos: Despertar o que existe de mais autêntico em cada ser humano.– facilitar seu desenvolvimento  e lutar pela humanização das relações interpessoais .

Ana Maria Sarmento Seiler Poelman
Johannes Antonius W. M. Poelman
Psicólogos, diretores do Instituto Humanista de Psicoterapia

-------------------------------------------------------------------------------------------

Meu filho
Escípio da Cunha Lobo

Meu filho, enquanto  fores um fedelho,
 acalentar-te-ei nos ternos braços...
Mas quando fores homem e eu , velho,
que se desfaçam, logo, os nossos laços.

Espero não criar-te embaraços,
na tua vida não meter bedelho...
Nem quero que tu sigas os meus passos,
 porque não quero ver-te um mero espelho.

Saber que sou tua origem, basta ...
e  basta-me que perpetues a casta
 dos meus, que em ti eu dei continuidade.

E quando a morte, ao caminho que trilho
 puser um fim, eu d



 

 
DETALHES DOS CURSOS OFERECIDOS:












Rua Aristóteles Caldeira, nº 87, bairro Prado, Belo Horizonte/MG - Tel.: (31) 3292-8431

E-mail:
contato@institutohumanista.com.br